RSS
 

2

01 jul

O que é afinal, este amor
que a cada dia que passa
ao meu coração proclama?

De onde veio, onde brotou?
Numa noite de chuva
ou foi quando o seu se estrelou?

Veio pela colina do tempo
ou escorreu por esta solidão
de que tanto reclamo?

Apareceu em mim
ou nasceu aqui mesmo
num verso que nunca declamo?

Não é necessário resposta
quanto me sinto feliz
com essa lágrima que derramo;

mesmo não sabendo de onde veio,
o vento afasta qualquer dúvida
quando penso que te amo.

 

Tags:

Deixe um comentário