RSS
 

OFICINAS & GRAFITES

12 set
Em S. Paulo sacripantas
municipais e estaduais
praticam tiro aos pombos
mas não matam pombos.
O alvo como revoar de patos
é a Cultura que sofre a eugenia
em manhãs forçadas em cinza.

Ovos devoradores espalham
suas cascas pelas avenidas
traçando um rastro de assepsia
suposta e ininteligível.

Em S. Paulo hierofantes
praticam uma espécie
de Inquisição às avessas:
preferem queimar a alma
e deixar o corpo à deriva.
Não sabem que extirpar
é um verbo que passa longe
do significado do que seja ar.

Em S. Paulo – para a Arte,
há uma espécie de urubus
silenciosos e avassaladores,
mascarados de enxurradas
como as de suas enchentes
de perene irresolução.
 
 

Deixe um comentário