RSS
 

ISOLAMENTO

13 set
“O resto do mundo que temiam e evitavam”
Nota de rodapé
OS SERTÕES – Euclides da Cunha
hoje sou um verso minúsculo
e o resto é “terras grandes”
um olhar na janela
sem ver a nascente de quaisquer rios

hoje sou do Euclides, o tabaréu
e seu arcabuz
lá fora uma vastidão
em que não me reconheço

minhas mãos seguram meu queixo
fora da guerra santa
na caatinga das cidades

hoje sou algumas palavras
e o mundo inteiro me pesa
no travesseiro

hoje estou só
e o resto é um só

repulsado e oceânico
 
 

Deixe um comentário