RSS
 

CASA DE ONTEM 5

19 nov

a rua solarenga de minha infância

me intuía:  as diferenças

entre os seres que lá habitavam

mostravam que daí seriam a vida

e suas vielas a arcar – colorário

de frestas

muros múltiplos

e esperas da morte

(anos depois sinto que meus sustos

foram falsos – já tinha em mim

todas as jornadas sentidas)

17.11.18

 
Sem comentários

Adicionado em - POEMAS

 

Deixe um comentário