vejo o amor na manhã
à sombra do galho

ela, colada ao corpo
que já lhe deu tanta vida,
busca agasalho

ele, flor na mão,
doando seu ombro
para que ela se recoste,
ostenta o grisalho

ao ver o casal antigo
nasce-me a dúvida:

o que brota em meu rosto
é lágrima ou uma gota de orvalho?

20
Classificado como:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *