ALEGORIA 16

há uma infinitude de mumunha
no intercorrer nas veias deste país

pedras:
Sísifo nos braços de nosso futuro
(nas serras da chácara do imperador,
o autocídio nazigetulista)

biófago destino que vive parindo
em golfadas sete cabeças

sete vezes sem fim

25.4.16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *