Dedico este livro a Silvio Zanatta


Que pressa foi essa,
Meu compadre?

Deixou-me aqui
Com meu copo cheio
de tuas ausências.
A.R.



“Absorto, descuidado e tolo,
Me vem o susto
De algazarra de maritacas.
E de rios pretos e ribeirões.
O choro de águas solitárias”
(Fausto Menestrel)



Não só poesia que faço.

Não só verso que componho.

O que tenho feito de meus tempos

é burlar minha loucura.


(A.R.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *