Toca fundo essa aspereza.

Tornado circundando nossos pés.

Dia que parece nunca perecer.

Noite longeva de suíças eternas

 –  regras sobre o que nubla.

A face do que os olhos absorvem

fere e  esvazia vapores de alento.

Banhos de assento –  nádegas no cimento.

Quando tudo toca fundo no segundo

ou terceiros partejamentos em algoritmos,

a palavra muda sua face no Zeitgeist

em estiagens de sedes tantas.

4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *