Praça XV,

domingo e manhã.

A alma procura ode

no solar retrato

que irá jactar-se.


Mas um campo

de abandonos

se despudora

no antes de tudo

a que deveria ser o jorro.

Olhos de elegia

absorvem o ontem

que se fincou.


Restos de humanidade

alcatifam pisares.

28.4.19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *