Travessia sobre o vácuo da Ilha de Vera Cruz

desprende o ar (afunila) em torno do torpor

de um verso heroico com acentos marcados

como manhã  de 7 de setembro.

 

A turbamulta sai pelas ruas em protesto.

Não só contra um, mais de um, sejam motivos,

razões e fatos. Membranas difusas nos tambores.

 

Nos tempos do urubu-lixeiro, El-Rey vendia

títulos a toda a gente –  tomava casa no braço,

enquanto a mãe gritava nas alcovas.

Sem que Deus ouvisse.

 

Navios de pau-brasil versus espelhinhos (depois as peças).

 

Tudo começou ali atrás – no tédio da calmaria.

Nunca antes;

a não ser se há documentos quaisquer

de índio propinado por outro por um chão de inhames.

Se isso se deu, provas, por favor.

 

7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *