pela janela
a rua se abre
vazia

um pássaro bica o silêncio

tudo seria claro
puro e manhã
se lembranças fossem mortais
BUCÓLICO