A rua solarenga de minha infância

Me intuía: as diferenças entre seres

Que lá habitavam, seriam as vielas

Da sensibilidade que eu teria que arcar.

Corolário de frestas, muros múltiplos,

apresto de morte em Nona menor.

Anos depois sinto que meus sustos

De hoje são falsos. Sempre os senti,

Quase hábito, em todas as jornadas.

.

CASA DE ONTEM 5