I

A vingança da viúva negra

Foi logo após o amor

Não foi o machado

Não foi o fuzil

Foi logo após o amor

Tudo de passou em branco e preto

Com agradável cheiro de eucalipto

II

O adolescente criou

Sentiu nos olhos a incapacidade de grande guerra

Logo amou

Fardado de leviandade

Coçou o ouvido esquerdo

E morreu

A fumaça da locomotiva

Contou esta fábula

Em dezesseis milímetros

III

Afirmou a covardia

Temendo não mais lavar seus pés

Na água quente (morna)

Ficou a vender

Botões e fitas de rendas

Sangradas e inexistentes

Deixou-se lamber pelo cão pedrês

Sonhou um homem iluminado

No mundo fascita

Sonho cadáver no seio da manhã

Das marchas e diáspora

Era (foi) um ladrão de verdades

14.12.74

FILMES TCHECOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *