A diferença entre a vida
e o cinema está na claquete.

Para viver não há de ser
a partir de um bater seco
e um grito algures.

Nossos batimentos são outros.
Com melindres, ambíguos.
FITA